Pular para o conteúdo principal

Revisão de tese

Quem pensa em revisar seus próprios textos, sua própria tese, tem boas intensões, mas não é assim que a coisa funciona. Nós, profissionais de revisão, chamamos o serviço de aperfeiçoamentos que o autor faz em seu texto de autorrevisão, por esse trabalho ser bem distinto do nosso.

A revisão de textos requer a visão alterna: os olhos de que nunca leu ou participou da redação daquele escrito. Você sabe o que isso quer dizer, não importa quantas vezes você lê seu texto: depois de algum tempo, você não vê mais nada – e os problemas estão lá. Os autores de teses, bem como seus orientadores, passam os olhos milhares de vezes sobre o mesmo texto e conhecem o conteúdo que está sendo apresentado ali; quanto ao texto propriamente, frequentemente, autor e orientador não veem mais nada, depois de tantas releituras.
O revisor de textos assegura a tese contra uma chuva de erros.
O revisor de textos oferece proteção ao
autor de teses e dissertações contra os
respingos das falhas da gramática e dos
lapsos de digitação, e faz mais que isso:
acrescenta credibilidade ao trabalho.
Faça um teste: peça a alguém para escrever um parágrafo sobre um determinado tema e, em seguida, peça que a pessoa leia em voz alta. Tire uma cópia e acompanhe a leitura. Você vai notar, durante a leitura, passagens incompreensíveis, eles vão adicionar palavras que não foram escritas ou se esquecem de ler aquelas que escreveram.

A Keimelion - revisão de textos

Nós prestamos serviços de revisão de textos de todos os gêneros, mas somos especializados em atender professores, docentes, investigadores, pós-doutorandos, doutorandos e mestrandos em seus trabalhos mais longos, as teses, dissertações e artigos para publicação. Nosso objetivo é atender à crescente demanda por serviços linguísticos para textos acadêmicos e empresariais para as mais diferentes instituições em todo o Brasil. Nós temos um portfólio com centenas serviços de revisão de textos acadêmicos para os autores de teses de doutorado dissertações, conferências, revistas, publicações, livros, testes e outros documentos profissionais, tais como projetos de investigação nos domínios das ciências exatas, ciências da saúde, ciências sociais e humanas.
Nossos preços são estabelecidos com base em laudas de 1500 caracteres (com espaços) e o valor é constante para trabalhos universitários, independentemente da complexidade do projeto e do volume das interferências necessárias: nossa atenção será sempre a mesma.
Seu documento será devolvido usando o controle de alterações no Microsoft Word. Esta é uma função padrão na maioria das versões desse software. Ela permite que você controle facilmente as alterações que fizermos e possa aceitar uma por uma, ou em grupos alterações, até a totalidade das intervenções propostas pelo revisor. Correções, sugestões e comentários aparecem na margem direita e bastará apenas aceitá-las em seu documento.
Somos revisores com experiência em uma ampla gama de disciplinas acadêmicas, cobrimos todos os tópicos. A vantagem do nosso serviço sobre a concorrência ou sobre revisores independentes é que a experiência comprovada e o fato de que submetemos, diariamente, a cada cliente, um estado da arte: o andamento dos trabalhos, permitindo ao autor acompanhar par e passo o desenvolvimento da revisão e, assim, opinar e controlar a evolução de seu texto. Isso proporciona a garantia de serviço eficiente e a satisfação total do cliente, além da tranquilidade de saber que os prazos contratados serão rigorosamente cumpridos, se não nos anteciparmos. Se você não estiver satisfeito com um qualquer aspecto de nosso serviço, nós reformulamos e retomamos as leituras do seu texto.
A Keimelion trata com absoluta confidencialidade seus textos, só divulgando o trabalho em nosso portfólio depois que ele vier a público, com sua aquiescência.

Por que a revisão da Keimelion se destaca?

Somos revisores de textos acadêmicos há mais de quinze anos. Frequentemente somos solicitados a revisar documentos importantes, inclusive teses de livre-docência e até mesmo discurso de posse em academia de letras já revisamos.
A impressão que se tem é que o que você escreve reflete em você, depois de ser reflexo seu. Se seu documento está cheio de erros, nem o texto, nem o autor serão levados a sério. Fazendo revisar seu trabalho, você garante que a única coisa que as pessoas vão ler será o que você realmente quis dizer. Todas as palavras que estão em sua cabeça, quando você escreve, podem parecer boas, mas, uma vez no papel, os erros se tornarão um problema real para o leitor. Nós trataremos de suas palavras com atenção, profissionalismo e buscando, entre suas próprias construções frasais, aquelas que poderão valorizar o texto sem descaracterizá-lo como proveniente de você.

Revisores eletrônicos são úteis – até certo ponto!

Todos aqueles que já usaram um revisor eletrônico (o do Word, por exemplo) vão reconhecer que foram detectados muitos erros que eles não tinham notado. Mas esses recursos automáticos são úteis apenas até certo ponto. Eles não detectarão as incoerências de um texto e quase sempre vão perder o uso indevido de um termo. Apesar de você dever mesmo usar um corretor automático para tudo que você escreve, se o documento for grande o suficiente para prender sua atenção por horas, então vale trazer um novo olhar: agora você deverá contar com os olhos treinados e isentos do revisor profissional.
É necessário que o texto de uma tese seja submetido a alguém que nunca viu o documento antes, para que essa pessoa tenha distanciamento do produto, para que possa identificar e destacar todos os erros, pelo simples fato de que seu documento será lido com um olhar descansado daquelas palavras. Claro, existem outros benefícios para revisar seu trabalho com um profissional da língua. Se algo estiver inconsistente, o revisor dirá o que você pode fazer para corrigir ou aperfeiçoar o texto. Ou ele mesmo o fará, se for possível.
Existem muitas razões para contratar a Keimelion, a mais importante é que você vai contar com revisores profissionais – nada de amadorismo ou de improvisação com sua tese.
Ficamos sempre felizes em discutir com você suas expectativas e dar alguns conselhos antes de colocar nossos serviços a seu dispor. Temos em nossos sites e blogs milhares de dicas e sugestões para a produção e o aperfeiçoamento de seus textos: passeie um pouco em nossas páginas e conheça, além de nossa filosofia e metodologia de trabalho, um pouco mais sobre nossa língua portuguesa e sobre a linguagem dos textos científicos.

Postagens mais visitadas deste blog

Tabela de preços de revisão de tese ou dissertação

Cálculo dos preços para revisão e formatação de textos acadêmicos. Tema espinhoso para o revisor e para os autores: taxas, preços, pagar por lauda, remuneração justa… Infelizmente, não existe preço padrão – como não existe serviço estandardizado, há excelentes revisores de textos na praça, e outros não tão bons; mas existem tendências que podem tornar-se prática e sobre as quais vamos comentar.
Assim como como em serviços de tradução, geralmente, o preço da revisão é calculado por lauda. Para alguns, este termo – lauda – indica um texto de 1200 a 2200 caracteres, como muitos editores, revisores, tradutores e agentes literários, nós entendemos por lauda um texto de 1500 caractere com espaços. Esse não é um número mágico, apenas é o que corresponde, aproximadamente, à página A4, com texto em corpo 12 e espaço 1,5. Assim, nossa lauda quase corresponde ao número de páginas do trabalho acadêmico usual. Mas muitos fatores interferem: quantidade de imagens, notas de rodapé, por exemplo. Com…

Elementos gráficos nas teses e dissertações: ilustrações, fotografias, desenhos, tabelas, diagramas

As ilustrações que acompanham as teses ou dissertações devem estar seguidas de legenda, e deverão ser indexadas, ou lançadas em lista geral de ilustrações, como melhor convier. O revisor atentará aos textos das legendas e aos intertextos em que o elemento gráfico implicar. O formatador procurará a melhor situação espacial para os elementos na página, segundo as restrições que as normas impuserem.
Dependendo do número delas e dos seus tipos, a numeração pode ser por cada tipo (Foto 1, Foto 2... Tabela 1, Tabela 2...) e também pode a numeração fazer referência ao capítulo em que o elemento gráfico foi inserido (Foto 2-1, Foto 2-2...); as alternativas ficam abertas à adequação de cada caso.
Várias são as possibilidades atuais de introdução de ilustrações no texto. A disposição das ilustrações pode se subordinar à sua natureza, ao texto ou à exigência de destino do trabalho, com amplas possibilidades.
Os cuidados a serem tomados se referem ao excesso – cabe ponderar sobre a necessidade da il…

Referências pela ABNT para Word

O Word faz para você o controle e a formatação das citações, por qualquer norma, inclusive as da ABNT. Aprenda a usar a ferramenta e simplifique sua vida na hora de fazer sua tese ou mesmo para um artigo a ser publicado. As pessoas que redigem teses e dissertações ainda não sabem usar o Word. Pouco fazem com o programa, além do que fariam com uma máquina de escrever; assim, uma das tarefas mais penosas da redação acadêmica, o controle das citações e das referências, é feito - insistentemente - sem o uso das ferramentas do Office que facilitam esses serviços. Uma importante Ferramenta do Microsoft Word é o seu Gerenciador de Fontes Bibliográficas. Para quem está escrevendo um trabalho acadêmico - uma tese, dissertação, artigo científico - ou qualquer outro texto que requeira citações normatizadas, é importante cadastrar as referências do trabalho para depois gerar a listagem dos documentos consultados na pesquisa. Sim, vou ser bem claro: o Word faz as referenciações das citações (dire…

Estrutura da tese de doutorado - ou da dissertação de mestrado

A estrutura sugerida de tese pode ser observada em outra tese; quem faz um doutorado há de ter lido várias teses e visto como deve ser, mas aqui se faz a abstração dessa estrutura. Trata-se de um modelo idealizado. Os elementos sugeridos abaixo são adequados para uma tese experimental ou teórica. Em alguns casos, um ou dois deles podem não ser aplicáveis. Verifique o que é adequado a seu caso. Claro que tudo isso serve também para a dissertação, mas em ponto menor.
Estas sugestões aqui são muito importantes: Faça uma lista para pontos do que serão alocados em cada capítulo. Tente fazer essa lista bastante detalhada, coloque pontos que correspondam às seções ou parágrafos da tese em redação. Não precisa colocar todos os pontos de primeira, a lista vai crescendo – à medida em que as ideias surgem – e diminuindo – quando os pontos listados, alcançados, forem sendo cortados. Nessa fase, pode ser difícil pensar a lógica de apresentação dentro dos capítulos, muitas vezes é possível apresen…

Referências no texto acadêmico

Antigamente, colocava-se ao fim de cada trabalho escrito uma bibliografia. Com advento de novas mídias, passou-se a usar o termo referências bibliográficas para a listagem de obras consultadas. Atualmente, a recomendação é usar apenas a expressão referências, pois elas pode ir bem além das obras livrescas. Mas ainda se deve se distinguir o que normalmente se confunde: Referências são o conjunto de indicações que possibilitam a identificação de documentos, publicações, no todo ou em parte. Referência: “‘Nota informativa de remissão’ (em publicação); ‘fonte de esclarecimento’ (para o leitor)” (AURÉLIO). Bibliografia é o conjunto de obras (livros) pesquisadas a que o leitor pode recorrer para aprofundamento sobre o assunto do trabalho. “Documento que apresenta lista de referências bibliográficas, usadas em ordem alfabética, relativas a um ou mais assuntos. Parte de uma obra na qual se listam as referências bibliográficas de obras recomendadas para leitura complementar” (AURÉLIO). Em geral…