Pular para o conteúdo principal

Revisão de tese

Ninguém pode revisar aquilo que escreveu!

Esta é a primeira "norma" da revisão de textos: revisão exige alteridade, outro par de olhos sobre os escritos. Na tese ou na dissertação, os olhos do autor ou do orientador não bastam!

Quem pensa em revisar seus próprios textos, sua própria tese, tem boas intensões - ou pretende fazer uma economia de recursos, mas não é assim que a coisa funciona. Nós, profissionais de revisão, chamamos o serviço de aperfeiçoamentos que o autor faz em seu texto de autorrevisão, por esse trabalho ser bem distinto do nosso.
A revisão de textos requer a visão alterna: os olhos de que nunca leu ou participou da redação daquele escrito. Você sabe o que isso quer dizer, não importa quantas vezes você lê seu texto: depois de algum tempo, você não vê mais nada – e os problemas estão lá. Os autores de teses, bem como seus orientadores, passam os olhos milhares de vezes sobre o mesmo texto e conhecem o conteúdo que está sendo apresentado ali; quanto ao texto propriamente, frequentemente, autor e orientador não veem mais nada, depois de tantas releituras. O revisor de textos oferece proteção ao autor de teses e dissertações contra os respingos das falhas da gramática e dos lapsos de digitação, e faz mais que isso: acrescenta credibilidade ao trabalho.
O revisor de textos assegura a tese contra uma chuva de erros.
Existem muitas razões para contratar a Keimelion, a mais importante é que você vai contar com revisores profissionais – nada de amadorismo ou de improvisação com sua tese.
Faça um teste: peça a alguém para escrever um parágrafo sobre um determinado tema e, em seguida, peça que a pessoa leia em voz alta. Tire uma cópia e acompanhe a leitura. Você vai notar, durante a leitura, passagens incompreensíveis, eles vão adicionar palavras que não foram escritas ou se esquecem de ler aquelas que escreveram.
Share on Tumblr

Diretrizes para a revisão de teses

Toda universidade reconhece o direito de estudantes de doutorado contratarem um revisor para colaborar em uma tese. O mesmo direito se estende a professores e pesquisadores em seus artigos, relatórios e quaisquer outros produtos textuais.
O objetivo deste documento é fornecer orientações para os alunos, orientadores e bancas sobre o que constitui, em nosso entendimento, uma revisão adequada de uma tese ou dissertação – bem como a transação que envolve esses serviços.
Definição – para efeitos pretendidos, a seguinte definição é adotada: revisão de textos é o conjunto de interferências e proposições visando a correção de erros de ortografia, pontuação, gramática, fraseado e todos os mais aspectos linguísticos visando ampliar a comunicabilidade e adequação de um texto a seu fim. Revisão pode incluir a identificação e alertas ao autor das passagens a que a falte clareza, haja ambiguidade ou contradições internas. Revisão de texto também pode se estender a manifestação sobre questões estruturais do texto, retórica e registro linguístico.
Revisão de textos não inclui edição estrutural ou reescrita de passagens, suprimento de lacunas, inconsistências materiais. Reescrever é da responsabilidade do autor.

Orientações para o doutorando

Qualquer estudante, mesmo aquele que não tem preocupações sobre suas habilidades de escrita, deve, logo que possível, fazer contato com o revisor de textos e, na medida em que produza artigos ou textos intermediários, antes da tese propriamente, aprender a interagir e adquirir confiança no trabalho do revisor. Revisão deve ser vista como trabalho de cooperação entre autor e revisor, com possibilidades de aprendizado e evolução na qualidade da produção escrita.
O revisor de textos acadêmicos é capaz de aconselhar sobre as áreas da linguística textual (desde a gramática e ortografia até a legibilidade e credibilidade do texto), apontando aspectos em que pode haver evolução e outros que exigem a mudanças de hábitos.
Para estudantes de doutorado, isso significa que os revisores vão ler várias páginas, às vezes um capítulo ou artigo inteiro, a fim de identificar problemas de escrita. O doutorando aprenderá como corrigir ou evitar esses problemas. Esse tipo de interação, para produzir melhores efeitos, pode levar algum tempo e pode exigir várias releituras, reescrituras. No entanto, com essas habilidades melhoradas, o autor aperfeiçoa muito sua escrita e, ao revisar o texto da tese, as interferências do revisor se limitarão a questões finas, sutis e lapsos. Quando o revisor tem que corrigir erros graves e realmente aplainar os problemas de redação, por melhor que ele seja, não se vai obter um texto de tão boa qualidade ao fim e ao cabo.
Os doutorandos, portanto, também podem e devem desenvolver suas habilidades de escrita pela interação com o revisor, as chaves para o sucesso de escrever na pós-graduação são a contínua escrita e a escrita contígua a quem sabe escrever.
Como dissemos, qualquer universidade reconhece o direito dos estudantes de pós-graduação, bem como quaisquer outros pesquisadores e professores, contratarem serviços de revisão para uma tese ou qualquer outro tipo de produção escrita, antes de ele ser examinado pela banca ou submetido aos pares para publicação. Muitas universidades incentivam as unidades e cursos a manter listas de revisores respeitáveis e experientes que podem ser fornecidos aos estudantes de pós-graduação ou professores. Também os orientadores costumam conhecer bons revisores que podem indicar a seus alunos.

Mas, atenção: bons revisores não são baratos, tampouco costumam estar disponíveis à última hora! Antecipe o contato com os revisores, tanto quanto possível, e reserve recursos para arcar com essa despesa.

O doutorando pode procurar seu orientador para este curso de ação. O principal objetivo da revisão será garantir que o orientador esteja satisfeito que o conteúdo da tese ou capítulo dela, tanto no que tange ao conteúdo quanto à qualidade do texto em construção. Quando a tese está em estado final, com o texto aprovado pelo orientador, é o momento adequado para a revisão de texto ter lugar.
O aluno deve fornecer ao revisor uma cópia das orientações da universidade para revisores de tese, quando houver. Também deverá fornecer as normas da instituição sobre a formatação da tese, caso a mesma pessoa venha a revisar e formatar o texto – o que é altamente desejável.
O aluno deve incluir, nos agradecimentos a seção da tese, por cortesia e por direito à referência pela colaboração havida, uma declaração que indique o nome do revisor e a natureza dos serviços prestados por ele.
O contrato para serviços entre o autor e um revisor é um assunto privado entre as partes. A remuneração por tais serviços é também assunto privado, mas recomenda-se que, antes que o trabalho seja iniciado, seja feito o orçamento detalhado, incluindo-se nele os prazos estipulados. 
Sugestões aos orientadores de teses
Cabe aos orientadores suprir seus estudantes com conselhos sobre o conteúdo, a estrutura e o estilo da tese. Não é responsabilidade da autoridade acadêmica corrigir toda uma tese. Qualquer orientador que tem preocupações sobre um aluno escrevendo mal, deve aconselhar seu aluno a entrar em contato com um bom revisor de textos acadêmicos.
O orientador deve estar satisfeito com o conteúdo da tese ou capítulo de tese antes que a revisão seja contratada; caso contrário, se o texto for alterado depois de revisado, novos problemas podem ser introduzidos. O doutorando deve, portanto, obter a aprovação do texto pelo orientador antes de submetê-lo ao revisor.
Não é recomendável que um orientador atue como revisor, nem deve um orientador solicitar, ele próprio, uma terceira pessoa para revisar a tese para seus alunos. Também não é correto que o orientador exija que o trabalho seja revisado por este ou aquele; indicar ou sugerir um bom profissional, é ótimo, mas a escolha deve recair sobre o autor do texto.
Diretrizes quanto a revisores na instituição
Para evitar qualquer potencial conflito de interesses, quando o revisor é um membro da instituição a que o texto se destina, deve ser aplicado o seguinte:
Se um funcionário da universidade dedica-se a fazer serviços de revisão para um estudante, o funcionário deve fazer esse trabalho fora do seu horário normal no emprego. O trabalho de revisão não deve impactar no exercício de seus deveres laborais. O autor deverá ter consciência de que o trabalho de revisão será mais lento quando feito por um profissional que tem outros encargos.
A revisão do trabalho do aluno, idealmente, deve ser feita fora da área de ensino, quando o revisor for professor na instituição, por exemplo: professora de turismo, não deve prestar serviços de revisão para estudante de turismo.
A prestação de serviços de revisão de texto é transação particular entre o revisor e autor. O revisor é responsável por todas as questões fiscais e tributárias relacionadas ao trabalho a ser concluído. Caso a universidade disponibilize recursos para a revisão, caberá ao aluno intermediar e apresentar os recibos e comprovantes da despesa e do serviço.

A Keimelion - revisão de textos, mais de vinte anos de experiência

Nós prestamos serviços de revisão de textos de todos os gêneros, mas somos especializados em atender professores, docentes, investigadores, pós-doutorandos, doutorandos e mestrandos em seus trabalhos mais longos, as teses, dissertações e artigos para publicação. Nosso objetivo é atender à crescente demanda por serviços linguísticos para textos acadêmicos e empresariais para as mais diferentes instituições em todo o Brasil. Nós temos um portfólio com centenas serviços de revisão de textos acadêmicos para os autores de teses de doutorado dissertações, conferências, revistas, publicações, livros, testes e outros documentos profissionais, tais como projetos de investigação nos domínios das ciências exatas, ciências da saúde, ciências sociais e humanas.
Nossos preços são estabelecidos com base em laudas de 1500 caracteres (com espaços) e o valor é constante para trabalhos universitários, independentemente da complexidade do projeto e do volume das interferências necessárias: nossa atenção será sempre a mesma.
Seu documento será devolvido usando o controle de alterações no Microsoft Word. Esta é uma função padrão na maioria das versões desse software. Ela permite que você controle facilmente as alterações que fizermos e possa aceitar uma por uma, ou em grupos alterações, até a totalidade das intervenções propostas pelo revisor. Correções, sugestões e comentários aparecem na margem direita e bastará apenas aceitá-las em seu documento.
Somos revisores com experiência em uma ampla gama de disciplinas acadêmicas, cobrimos todos os tópicos. A vantagem do nosso serviço sobre a concorrência ou sobre revisores independentes é que a experiência comprovada e o fato de que submetemos, diariamente, a cada cliente, um estado da arte: o andamento dos trabalhos, permitindo ao autor acompanhar par e passo o desenvolvimento da revisão e, assim, opinar e controlar a evolução de seu texto. Isso proporciona a garantia de serviço eficiente e a satisfação total do cliente, além da tranquilidade de saber que os prazos contratados serão rigorosamente cumpridos, se não nos anteciparmos. Se você não estiver satisfeito com um qualquer aspecto de nosso serviço, nós reformulamos e retomamos as leituras do seu texto.
A Keimelion trata com absoluta confidencialidade seus textos, só divulgando o trabalho em nosso portfólio depois que ele vier a público, com sua aquiescência.

Por que a revisão da Keimelion se destaca?

Somos revisores de textos acadêmicos desde o século passado. Frequentemente somos solicitados a revisar documentos importantes, inclusive teses de livre-docência e até mesmo discurso de posse em academia de letras já revisamos.
A impressão que se tem é que o que você escreve reflete em você, depois de ser reflexo seu. Se seu documento está cheio de erros, nem o texto, nem o autor serão levados a sério. Fazendo revisar seu trabalho, você garante que a única coisa que as pessoas vão ler será o que você realmente quis dizer. Todas as palavras que estão em sua cabeça, quando você escreve, podem parecer boas, mas, uma vez no papel, os erros se tornarão um problema real para o leitor. Nós trataremos de suas palavras com atenção, profissionalismo e buscando, entre suas próprias construções frasais, aquelas que poderão valorizar o texto sem descaracterizá-lo como proveniente de você.

Revisores eletrônicos são úteis – até certo ponto!

Todos aqueles que já usaram um revisor eletrônico (o do Word, por exemplo) vão reconhecer que foram detectados muitos erros que eles não tinham notado. Mas esses recursos automáticos são úteis apenas até certo ponto. Eles não detectarão as incoerências de um texto e quase sempre vão perder o uso indevido de um termo. Apesar de você dever mesmo usar um corretor automático para tudo que você escreve, se o documento for grande o suficiente para prender sua atenção por horas, então vale trazer um novo olhar: agora você deverá contar com os olhos treinados e isentos do revisor profissional.
É necessário que o texto de uma tese seja submetido a alguém que nunca viu o documento antes, para que essa pessoa tenha distanciamento do produto, para que possa identificar e destacar todos os erros, pelo simples fato de que seu documento será lido com um olhar descansado daquelas palavras. Claro, existem outros benefícios para revisar seu trabalho com um profissional da língua. Se algo estiver inconsistente, o revisor dirá o que você pode fazer para corrigir ou aperfeiçoar o texto. Ou ele mesmo o fará, se for possível.
Ficamos sempre felizes em discutir com você suas expectativas e dar alguns conselhos antes de colocar nossos serviços a seu dispor. Temos em nossos sites e blogs milhares de dicas e sugestões para a produção e o aperfeiçoamento de seus textos: passeie um pouco em nossas páginas e conheça, além de nossa filosofia e metodologia de trabalho, um pouco mais sobre nossa língua portuguesa e sobre a linguagem dos textos científicos.

Postagens mais visitadas deste blog

Tabela de preços de revisão de tese ou dissertação

Preços de revisão e formatação acadêmicaTema espinhoso para o revisor e para os autores: taxas, preços, pagar por lauda, remuneração justa… Infelizmente, não existe preço padrão – como não existe serviço estandardizado, há excelentes revisores de textos na praça, e outros não tão bons; mas existem tendências que podem tornar-se prática e sobre as quais vamos comentar. Não se deixe impressionar pelo preço baixo na hora de contratar um revisor de textos: pode sair muito caro! Contrate o melhor. Assim como como em serviços de tradução, geralmente, o preço da revisão é calculado por lauda. Para alguns, este termo – lauda – indica um texto de 1200 a 2200 caracteres, como muitos editores, revisores, tradutores e agentes literários, nós entendemos por lauda um texto de 1500 caractere com espaços. Esse não é um número mágico, apenas é o que corresponde, aproximadamente, à página A4, com texto em corpo 12 e espaço 1,5. Assim, nossa lauda quase corresponde ao número de páginas do trabalho acadêm…

Elementos gráficos nas teses e dissertações: ilustrações, fotografias, desenhos, tabelas, diagramas

Gráficos e ilustrações integram as teses e dissertaçõesAs ilustrações que acompanham as teses ou dissertações devem estar seguidas de legenda, e deverão ser indexadas, ou lançadas em lista geral de ilustrações, como melhor convier. O revisor atentará aos textos das legendas e aos intertextos em que o elemento gráfico implicar. O formatador procurará a melhor situação espacial para os elementos na página, segundo as restrições que as normas impuserem.
Os cuidados a serem tomados se referem ao excesso – cabe ponderar sobre a necessidade da ilustração e sobre a informação que ela agrega ao texto; se não for realmente pertinente, é preferível descartar; no que se refere aos gráficos, fluxogramas e outros elementos ilustrativos criados para o trabalho, é bom verificar se possuem tamanho e cores adequadas – sóbrias – como convém ao texto científico; as cores que os programas mais usuais de planilha de cálculo usam automaticamente parecem bastante adequadas, não sendo preciso inventar muito.S…

Referências pela ABNT para Word

O Word faz o controle e a formatação das citaçõesO programa da Microsoft está apto a trabalhar com várias normas, inclusive as da ABNT. Aprenda a usar a ferramenta e simplifique sua vida na hora de fazer sua tese ou mesmo para um artigo a ser publicado.
Uma importante Ferramenta do Microsoft Word é o seu Gerenciador de Fontes Bibliográficas. Para quem está escrevendo um trabalho acadêmico - uma tese, dissertação, artigo científico - ou qualquer outro texto que requeira citações normatizadas, é importante cadastrar as referências do trabalho para depois gerar a listagem dos documentos consultados na pesquisa.As pessoas que redigem teses e dissertações ainda não sabem usar o Word. Pouco fazem com o programa, além do que fariam com uma máquina de escrever; assim, uma das tarefas mais penosas da redação acadêmica, o controle das citações e das referências, é feito - insistentemente - sem o uso das ferramentas do Office que facilitam esses serviços. Faça a referenciação pelo Word o tempo tod…

Partes da tese de doutorado ou da dissertação de mestrado

Contrate profissional para revisão e formataçãoA estrutura da tese e da dissertação requerem excelência e rigor.A estrutura sugerida de tese pode ser observada em outra tese; quem faz um doutorado há de ter lido várias teses e visto como deve ser, mas aqui se faz a abstração dessa estrutura. Trata-se de um modelo idealizado. Os elementos sugeridos abaixo são adequados para uma tese experimental ou teórica. Em alguns casos, um ou dois deles podem não ser aplicáveis. Verifique o que é adequado a seu caso. Claro que tudo isso serve também para a dissertação, mas em ponto menor. Nunca se pode esquecer de reservar tempo e dinheiro para fazer a revisão e a formatação do trabalho com um profissional, é o que fará a grande diferença. Share on Tumblr
Sugestões muito importantes para a redação do trabalhoFaça uma lista para pontos do que serão alocados em cada capítulo. Tente fazer essa lista bastante detalhada, coloque pontos que correspondam às seções ou parágrafos da te…

Abreviatura, siglas e símbolos

Critérios de uso: siglas e abreviaturas em teses.Abreviatura é a “apresentação de uma palavra por meio de alguma(s) de suas sílabas ou letras, usada no tratamento documental”.Evitemos inventar abreviaturas, exceto aquelas que se referirem a elementos conceituais ou referências a obras clássicas repetidas extensiva e intensivamente no trabalho. Entre as mais comuns universalmente aceitas, há: designação de ano ou século em relação à era cristã (a.C., d.C.); a expressão etc. (et cœtera); meses do ano em ilustração, tabelas e referências (jan., fev., mar., abr., mai., jun., jul., ago., set., out., nov., dez.); designações comerciais (Cia., Ltda., S/A, S/C). Siglas criam dificuldades para o leitor, porque exigem que sejam decifradas. A regra é evitá-las, principalmente em títulos, exceto em casos consagrados, como Aids, Bradesco, Embratel, ONU, OLP, USP. Observe-se a seguinte padronização:não usar pontos: ONU e não O.N.U.;escrever por extenso seu significado, de preferência logo após a prime…