Ficha catalográfica: o autor ou o formatador podem fazer

Uma das exigências formais no tese, para que ela seja aceita em depósito para a defesa ou para guarda institucional é a ficha catalográfica nos moldes padronizados.

No verso da folha de rosto do livro ou trabalho acadêmico (tese, dissertação) deverá constar a ficha catalográfica que é a identificação padrão do trabalho a para ser catalogado em bibliotecas.
Esta ficha deverá seguir padrões internacionais conforme o Código de Catalogação Anglo-Americano – AACR2. A biblioteca é; o órgão da instituição de ensino responsável pelo serviço e costuma fazer a ficha catalográfica para todos os alunos da instituição procure a bibliotecária de seu campus.
Teses e dissertações devem ser formatadas por profissionais com reputação de pontualidade.
Importante é não deixar que a
burocracia e as normas atrapalhem
a qualidade científica de tese.


Em caso de livro, ou se sua biblioteca não fornecer o serviço, você pode solicitar a ficha cristalográfica na  Câmara Brasileira do Livro


Para tanto, será necessário enviar a eles:
* PÁGINA DE ROSTO (não pode faltar e precisa ser exatamente como será publicado)
* PÁGINA DE CRÉDITO (mesmo critério da página de rosto)
* SUMÁRIO
* De 10 a 15 paginas iniciais do trabalho  (Todo material enviado deve ser reprodução fiel da publicação, quanto aos dizeres, disposição e localização das informações – Se for nova edição ou impressão, enviar xerox da página de rosto, indicando na xerox as modificações.


O próprio autor do texto, quer ele seja uma tese, dissertação ou monografia pode fazer a ficha catalográfica de seu trabalho. Pode também solicitar a quem fizer a formatação. Em muitas instituições, bibliotecários são encarregados de fazer este serviço para os alunos da pós-graduação, também você pode encomendar a alguém que saiba fazer - que pode até ser quem formatar o texto. Mas recorrer a esses serviços pode implicar em atrasos que são dramáticos para quem está com o prazo de entrega acabando.
Aqui estão as instruções para a elaboração da ficha; ela é a única informação que se imprime no verso da página, ficando na mesma folha da página de rosto.
Muitos cursos não requerem a inclusão da ficha, mas recomendamos que ela seja incluída mesmo que não seja exigida; fazer isso valoriza o trabalho e facilita sua identificação, classificação e correta citação por parte de outros autores. É tão gratificante ser corretamente citado quanto frustrante ser citado com erro - a ficha ajuda a evitar equívocos.
Guia Para Elaboracao de Ficha Catalografica

Para ler outras postagens que podem te interessar, passe o mouse pelas imagens abaixo!